top of page
original-824cbbaaa52136845d7a9089a2767361.jpeg
Buscar

Como evitar mau odor e manter banheiros públicos limpos?

Quando chegamos em um supermercado, rodoviária ou qualquer outro estabelecimento onde existe um grande fluxo de pessoas, o banheiro está em uma condição desagradável, mesmo que esteja aparentemente limpo, ele tem um mau odor persistente. Seja você responsável pelo local, gerente ou executante da limpeza, todos nós sabemos que um banheiro limpo conquista o cliente, criando uma ideia de um estabelecimento zeloso e respeitável. Mas como mantenho o banheiro limpo durante todo o funcionamento? É comum ouvirmos: “Eu limpo o banheiro e cinco minutos depois ele já está com mau cheiro”, “o banheiro masculino não tem jeito, os clientes não respeitam, urinam no chão!”. Você não consegue controlar seu cliente, dessa forma, você não pode culpa-lo pela situação do seu banheiro, porém você pode, e deve, controlar seus procedimentos de limpeza para que eles atendam as necessidades de seu estabelecimento.


Devido a natureza do setor e aos diferentes tipos de resíduos, são necessários vários tipos de produtos e processos para alcançar um resultado satisfatório e, para tornar todo esse sistema simples e prático, é essencial que se tenha uma abordagem profissional. Primeiramente, vamos pensar nas fontes de mau odor que o banheiro possui: urina, lixeiras, sais de urina incrustados nos sanitários, piso, parede ao lado dos mictórios e não podemos nos esquecer dos ralos. É de grande importância entendermos que a única maneira de tratarmos essa situação e todas essas fontes de mau odor é com a profissionalização da limpeza, pois qualquer resíduo não removido durante os procedimentos resultará no mau cheiro.


Para simplificar, dividiremos os procedimentos em: limpeza pesada, limpeza de manutenção e limpeza específica. Logo abaixo, descreveremos o objetivo de cada procedimento, como ele será executado, qual tipo de resíduo ele irá atacar e qual produto deve necessariamente ser usado.


· Limpeza pesada: é realizada uma vez ao dia com duas opções de horários: antes da abertura ou no fechamento. É um procedimento mais demorado e requer a interdição do banheiro devido ao alto risco de queda e por ser inconveniente para o cliente utilizar um banheiro molhado. O objetivo dessa limpeza é eliminar todos os resíduos que são solúveis em água como alguns sais de urina, resíduos incrustados e outros dejetos. O primeiro passo é lavar todas as superfícies com água e direcioná-la para o ralo. Com o piso ligeiramente úmido, utilizamos o detergente desincrustante clorado CDC-10 aplicado por todo o banheiro e a ação mecânica feita com o Suporte LT. Nota-se que o CDC-10 é um detergente desincrustante, ou seja, ele tem um blend de tensoativos e compostos químicos em sua formulação que o torna capaz de remover as sujidades incrustadas, sujidades que o detergente doméstico e o cloro não têm capacidade de remover. Aqui já detectamos um ponto que pode gerar o mau odor, e o mais comum, sais incrustados de urina não removidos. Nesse tipo de limpeza o enxágue é obrigatório, visto que o produto químico suspendeu todas as partículas presas e agora temos que migrar essa sujidade para a rede de esgoto. Uma situação que encontramos frequentemente é a limpeza pesada sendo feita mais de uma vez no dia, com os funcionários alegando que o banheiro está com mau cheiro. Culturalmente no Brasil entendemos que para uma limpeza ser boa, ela tem que envolver muita água, espuma, cheiro forte de cloro e esfregação com vassoura, mas isso demanda mais produto químico, mais tempo, mais água e o banheiro interditado, mas se isso está acontecendo, é mais provável que há alguma deficiência nos demais procedimentos do que a necessidade de uma frequência maior da limpeza pesada. Neste processo, recomendamos que os colaboradores tenham disponível água proveniente de uma mangueira, com o tempo de duração de aproximadamente quarenta minutos, variando de acordo com o tamanho do banheiro. As lixeiras também devem ser incluídas nesse procedimento.


· Limpeza de manutenção: procedimento a ser realizado com o estabelecimento em funcionamento e pode ser feita quantas vezes for necessária durante o dia. Por ser um procedimento mais técnico, há um preconceito em relação a esse tipo de limpeza devido a cultura que citamos acima. Seu tempo de duração varia entre dez e quinze minutos, sendo muito eficiente para a remoção de urina, resíduos visíveis, evitar o acúmulo e a formação de incrustações e renovar o perfume do banheiro. É um procedimento de limpeza úmida feita com o mop úmido, balde doblô com espremedor e pano de microfibra. Se você ainda utiliza o pano de chão, veja nosso artigo O que não deve ser feito em uma limpeza institucional, e pense no risco que você corre ao ter contato com um pano que é utilizado no banheiro e a ineficiência da limpeza com o pano, que pode gerar acúmulo de resíduos e desencadear todos os problemas que geram o mau cheiro. Os desinfetantes perfumados da Spartan possuem tensoativos que são capazes de fazer limpeza sem requerer enxágue, com a desinfecção sendo feita pelo Quaternário de Amônio de 5ª geração. O procedimento consiste na umectação do piso com o mop úmido, aplicação do desinfetante perfumado Spartan e recolher a sujidade com o mop úmido mais seco. A esfregação nesse tipo de limpeza é opcional. Essa é uma limpeza preventiva, que evita sobrecarregar a limpeza pesada, se ela for negligenciada, todos os outros procedimentos serão prejudicados.


· Limpeza específica: é um procedimento realizado com uma frequência menor e tem por objetivo remover resíduos em locais de difícil acesso como ralos e incrustações de ferrugem nos sanitários. Algumas vezes, o banheiro está perfeitamente limpo, porém o mau odor surge do ralo e o colaborador não vê solução para o problema. Isso acontece porque toda a sujidade que retiramos na limpeza é destinada para os ralos e, este por sua vez não é higienizado, formando incrustações nas paredes da tubulação que necessitam de um tratamento químico específico para serem removidas, veja nosso artigo: Como resolver o problema de entupimento da caixa de gordura! O Sparfresh Eco tem a capacidade de remover essas incrustações apenas com sua reação química, sendo administrado de acordo com o grau de sujidade do ralo. A outra limpeza específica é a remoção de sujidade ferruginosa dos sanitários, que pode ser proveniente da água e se acumula com o tempo, gerando acúmulo de resíduos de ureia. Nesse caso, é utilizado um produto muito específico que é o Bowl Cleanse, um desincrustante ácido com ação bactericida capaz de remover depósitos orgânicos, sais de urina e ferrugem sem agredir a superfície dos sanitários. Deve ser aplicado por um profissional capacitado.


A mudança de cultura na limpeza é primordial para que possamos ter ambientes agradáveis e seguros para o uso. Persistir em hábitos e práticas primitivos pode ser custoso para todas as partes, gerando frustração do colaborador e todos ao seu redor que se empenham em realizar uma limpeza digna de aplausos, mas depois de poucos minutos sente o mau odor em seu banheiro e tem a sensação de trabalho mal feito, perda de tempo e desperdício. Uma abordagem profissional nos proporciona economia, produtividade, eleva a auto estima de nossos colaboradores e parceiros, traz orgulho à profissão, ajuda o meio ambiente e atrai pessoas para nosso meio.

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page